SUSPENSÃO

Há tempos que o asfalto brasileiro não é aquele “tapete”, aliás nunca foi. A cada dia que passa, aparece um novo buraco naquela avenida que sempre passamos. Além disto, quando o buraco é finalmente fechado, o trabalho é tão “bem feito” que sempre ficam aqueles “calombos”.
Infelizmente, quem mais sofre com esta realidade é suspensão do seu carro, afinal é ela quem absorve todas as irregularidades do solo e diminui as vibrações dentro do carro. Caso você não se preocupe muito, além de você colocar a sua segurança e a de terceiros em risco, os prejuízos podem ser maiores. Aqui vão algumas dicas para o perfeito funcionamento da suspensão de seu carro:

Nunca gire o volante com o carro parado, mesmo que seu carro tenha direção hidráulica. Desta forma você poupa a suspensão e os pneus.

Ao passar por estradas de terra, ruas esburacadas ou remendadas, lombadas e valetas, diminua a velocidade. Esta atitude irá prolongar a vida dos amortecedores. Evite subir em sarjetas mais altas para não danificar os pivôs da suspensão.

Evite lubrificar a parte inferior de seu carro. O óleo utilizado em vez de proteger acaba ressecando as buchas da suspensão, causando um desgaste prematuro.

Se os pneus de seu carro estão com desgaste mais acentuado nas bordas ou “cantando” em qualquer “curvinha”, com certeza a cambagem de seu carro está errada. Um simples alinhamento resolve o problema.

Ao rodar por ruas de paralelepípedo ou remendadas, fique atento para barulhos vindos da parte inferior do carro. Qualquer folga na suspensão será percebida desta forma.

Nem sempre as molas devem ser trocadas junto com os amortecedores. Por serem estruturas mais rígidas, as molas têm uma vida útil mais elevada. Como os amortecedores, não é possível definir quanto exatamente duram.

Os amortecedores não têm uma vida útil média definida. Os fabricantes falam em 30.000 kms, no entanto isto depende da forma como o carro é usado. Se você roda muito mais na estrada do que na cidade, pode ter certeza que os amortecedores do seu carro vão durar muito mais. Geralmente, quando existe algum problema na suspensão, o mecânico não consegue obter o alinhamento correto.

SEMPRE faça alinhamento da suspensão, balanceamento e rodízio dos pneus a cada 10.000 kms. Além de manter seu carro agradável de dirigir e economizar os pneus, você poderá detectar problemas com a suspensão mais rápido.